Perguntas Frequentes

Você sabe como é feita a cirurgia de rinoplastia?

Casos de septo desviado, por exemplo, são bastante comuns e afetam diretamente a qualidade de vida do paciente, afinal, podem desencadear sinusite, perda da qualidade do sono e da respiração, além da diminuição da performance esportiva.

Pensando nisso, neste artigo você poderá conferir diversos detalhes sobre como são realizados os procedimentos cirúrgicos no consultório da Dra. Kurahashi Melo em Curitiba. Continue lendo e tire suas dúvidas!

Como é feita a cirurgia de rinoplastia?

Existem duas técnicas principais de rinoplastia, a aberta e a fechada. Na aberta, são feitas pequenas incisões na base e na parte interna das narinas. Na fechada, são realizadas incisões somente dentro das narinas.

No consultório da Dra. Kurahashi Melo em Curitiba, a técnica adotada é a endonasal ou fechada, em que se utiliza o acesso nasal chamado Delivery. Dentre as vantagens dessa técnica pode-se destacar que, além do procedimento cirúrgico ser um pouco mais rápido se comparada à aberta, proporciona um resultado mais natural, garante uma recuperação mais rápida e não deixa cicatrizes externas.

Esta técnica exige muita precisão e capacitação por parte do profissional, tendo em vista que a pele do nariz do paciente não é levantada e, portanto, não fica exposta, impossibilitando a visualização interna. Por isso, é crucial buscar um cirurgião com capacitação e experiência ao optar pela rinoplastia.

Procedimentos associados à rinoplastia
Como você viu, a rinoplastia pode ter inúmeras finalidades e a escolha de um profissional altamente qualificado é fundamental para garantir a segurança e satisfação do paciente. A seguir, vamos conhecer detalhes de alguns procedimentos:

01 | Diminuição ou Aumento das narinas

A maior procura, sem dúvida, é para a diminuição ou o remodelamento do nariz, casos em que são feitas raspagens e lixamento do osso e retiradas partes da cartilagem. No entanto, há situações em que o objetivo é o aumento nasal. Para isso, são aplicados enxertos de cartilagem, fascias ou preenchimento com produtos que contém o ácido hialurônico.

02 | Ponta larga ou caída

A ponta do nariz pode ser afinada, retirando-se uma parte das cartilagens laterais inferiores. Além disso, também é possível fazer ressecções na parte superior da região ou suturas a fim de estreitar, definir e promover rotação na ponta do nariz.

03 | Giba óssea

Quando o paciente reclama de giba ou o "osso" localizado na parte superior, são extraídos fragmentos dos ossos próprios do nariz e, se necessário, das cartilagens laterais superiores ou do septo nasal (estrutura localizada na região do meio do nariz).

04 | Septo nasal

Em casos de desvio, o septo nasal também pode ser tratado com a rinoplastia. A recomendação é que o procedimento seja feito por profissionais especializados em cirurgias faciais e otorrinolaringologia para que sejam observados tanto os aspectos estéticos como os funcionais. No procedimento, pode-se retirar fragmentos ou realizar incisões na estrutura que divide a cavidade em duas metades.
Veja também: Rinoplastia em Curitiba: por que fazer com otorrinolaringologista? 

Dúvidas?
Entre em contato e agende a sua consulta para obter uma avaliação sob medida. A equipe médica do consultório Kurahashi Melo em Curitiba oferece o melhor atendimento para que seus pacientes se sintam bem com a sua aparência.